câncer de cabeça e pescoço

5 tratamentos para câncer de cabeça e pescoço

O tratamento do câncer de cabeça e pescoço pode ser feito de diferentes maneiras, a depender da região afetada. De modo geral, pode incluir cirurgia, radioterapia, quimioterapia e terapia-alvo, de maneira combinada ou não.

Você sabe como esses tratamentos funcionam? Caso não, recomendamos a leitura deste post. A seguir, listamos as alternativas mais utilizadas para tratar tumores malignos nessa região.

1) Cirurgia

A cirurgia é um dos tratamentos mais utilizados para o câncer de cabeça e pescoço. Geralmente, é indicada nos estágios I e II dos tumores de cavidade oral (associado ao esvaziamento cervical), orofaringe HPV negativo e de laringe.

Ainda, a técnica cirúrgica utilizada irá variar de acordo com a localização do tumor. Nos casos de câncer de laringe e hipofaringe, os procedimentos mais comuns são a cordectomia e a laringectomia.

Ademais, existem diversas maneiras de tratar cirurgicamente o câncer de cavidade oral. Entre as técnicas mais aplicadas estão a cirurgia micrográfica de Mohs, glossectomia e mandibulectomia. 

2) Radioterapia

Trata-se de um tratamento no qual são utilizadas radiações ionizantes para a destruição do tumor ou para, pelo menos, impedir a proliferação das suas células. O procedimento pode ser combinado com a quimioterapia e com a cirurgia.

Ainda, a radioterapia costuma ser a primeira alternativa nos casos de cânceres de orofaringe HPV positivo, hipofaringe, laringe, nasofaringe, cavidade nasal, seios paranasais, de glândulas salivares e até de câncer de olho.

3) Quimioterapia

Trata-se do tratamento baseado no uso de medicamentos para destruir as células cancerígenas. Ao entrar na corrente sanguínea, são direcionados para todas as partes do corpo, eliminando as células doentes e impedindo que se espalhem pelo corpo.

Ademais, a quimioterapia costuma ser a alternativa mais indicada quando a radioterapia ou a cirurgia não surtiram os efeitos esperados. Geralmente, é utilizada no tratamento dos cânceres de cavidade nasal e seios paranasais, de nasofaringe, de boca e orofaringe.

4) Terapia-alvo

Trata-se de uma modalidade de tratamento que visa atingir apenas as células cancerígenas a partir do mecanismo celular que lhe deu origem e que é responsável por sua transformação. Quando comparada à quimioterapia, a terapia-alvo é menos danosa às células saudáveis.

Ainda, este procedimento é recomendado para o tratamento de diferentes tumores. No caso do câncer de cabeça e pescoço, pode ser utilizado para tratar os cânceres de olho, de cavidade nasal e seios paranasais, de nasofaringe, de laringe, de hipofaringe, de boca e de orofaringe.

5) Imunoterapia

Trata-se de uma alternativa de tratamento que induz o combate das células cancerígenas pelo próprio sistema imunológico do paciente. Para isso, utiliza-se de anticorpos monoclonais, inibidores de checkpoint, vacinas contra o câncer ou de antígeno quimérico de células T (CAR T-Cells).

Da mesma forma que a terapia-alvo, a imunoterapia é uma modalidade terapêutica recomendada para a maioria dos tumores malignos da região da cabeça e pescoço, tais como, câncer de olho, boca e orofaringe.

Portanto, com a leitura deste post, você conheceu um pouco mais sobre as principais formas de tratamento do câncer de cabeça e pescoço. A decisão pela melhor alternativa dependerá da localização e estadiamento do tumor, além do estado de saúde do paciente.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião de cabeça e pescoço em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp